Tribunal da UE restringe captura em massa de dados telefônicos por agências de espionagem

Tribunal da UE restringe captura em massa de dados telefonicos

O tribunal superior da UE colocou limites sobre como as agências europeias de espionagem e segurança poderiam coletar dados pessoais, mas disse que isso poderia ser feito sob uma séria ameaça à segurança nacional.

A pedido dos tribunais na Bélgica, Grã-Bretanha, França e o Tribunal de Justiça Europeu confirmaram que “a legislação da UE impede a legislação nacional” que exige que as empresas de telecomunicações e tecnologia realizem a “retenção indiscriminada” de dados, disse um comunicado

No entanto, permite isenções em casos de “grave ameaça à segurança nacional” ou de “luta contra a criminalidade grave”, sob a supervisão de um juiz ou de uma autoridade administrativa independente.

O levantamento da proibição teria de ser “limitado no tempo ao estritamente necessário”, acrescentou o tribunal.

A decisão será examinada de perto por ativistas de privacidade que temem grandes brechas que permitiriam a espionagem irrestrita de dados por agências estaduais.

A privacidade de dados é uma questão altamente sensível na Europa, onde ativistas colocaram a legalidade do Facebook e outras grandes operações de tecnologia em risco devido a preocupações semelhantes.

O ataque legal começou após as revelações de Edward Snowden de espionagem digital em massa por agências dos EUA, que também revelou cooperação com Washington por agências de espionagem do Reino Unido.

A coleta em massa de dados é uma parte central das leis antiterror aprovadas em vários países ocidentais após o 11 de setembro e outros ataques.


As especificações vazadas do OnePlus 8T parecem ótimas, mas onde está o Nord mais barato? Discutimos isso no Orbital, nosso podcast semanal de tecnologia, que você pode assinar via Podcasts da Apple, Podcasts do Google, ou RSS, baixe o episódioou apenas aperte o botão play abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *