Regulador antitruste dos EUA perde licitação para reviver caso da Qualcomm

Regulador antitruste dos EUA perde licitacao para reviver caso da

Em uma ordem breve, o Tribunal de Apelações do 9º Circuito dos EUA disse que não iria repetir os argumentos sobre se a Qualcomm se envolveu em práticas anticompetitivas de licenciamento de patentes para manter o monopólio do mercado de chips de modem que conectam smartphones a redes de dados sem fio.

Em 11 de agosto, um painel de três juízes do 9º Circuito disse que a Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos não conseguiu estabelecer que as práticas da Qualcomm tiveram um efeito anticompetitivo no mercado de chips para celulares. A FTC pediu a todo o tribunal para repetir os argumentos e reconsiderar a decisão do painel.

“O fato de nenhum juiz do 9º Circuito ter considerado necessário considerar os méritos da petição da FTC ou até mesmo pedir uma resposta da Qualcomm valida a força e a clareza da análise e conclusões completas do painel. Agradecemos ao tribunal por seu tempo e esforços ”, disse Don Rosenberg, vice-presidente executivo e conselheiro geral da Qualcomm, em um comunicado. A FTC não quis comentar.

O tribunal de apelações em agosto reverteu a decisão de um tribunal de primeira instância contra a Qualcomm no processo antitruste movido pela FTC.

A Qualcomm estava lutando contra uma decisão de maio de 2019 da juíza distrital Lucy Koh dos EUA em San Jose, Califórnia, em um caso movido pela FTC. Koh ficou do lado da FTC, escrevendo que a prática da Qualcomm de exigir que os fabricantes de telefones assinassem um contrato de licença de patente antes de vendê-los “estrangulou a concorrência” e prejudicou os consumidores.

© Thomson Reuters 2020


O iPhone 12 mini e o HomePod mini são os dispositivos Apple perfeitos para a Índia? Discutimos isso no Orbital, nosso podcast semanal de tecnologia, que você pode assinar via Podcasts da Apple, Podcasts do Google, ou RSS, baixe o episódioou apenas aperte o botão play abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *