O Twitter apresenta novas diretrizes para combater o discurso de ódio e o racismo

O Twitter mostrara um aviso se voce tentar Curtir tweets

Qualquer pessoa que tenha experiência em mídia social sabe como pode ser difícil remover conteúdo prejudicial ou banir usuários problemáticos. O Twitter expandiu suas políticas para lidar com conteúdo prejudicial no último ano e, agora, por meio de um postagem do blog, está confirmado que o discurso de ódio com base na raça, etnia e origem nacional será proibido na plataforma.

Esta não é a primeira atualização que o Twitter fez nas diretrizes de sua plataforma de combate à discriminação. Em julho de 2019, as diretrizes foram alteradas para proibir o discurso de ódio contra grupos religiosos e, em março de 2020, o Twitter as atualizou novamente para proibir o discurso de ódio com base na idade, deficiência ou doença.

Quaisquer postagens que vão contra essas diretrizes serão detectadas e removidas pelos sistemas automatizados do Twitter (algo que anteriormente foi considerado um processo falho) e qualquer preconceito relatado manualmente agora será removido rapidamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *