Google atrai 2.500 canais do YouTube vinculados à China por desinformação

Google atrai 2500 canais do YouTube vinculados a China por

O Google diz que deletou mais de 2.500 canais do YouTube vinculados à China como parte de seu esforço para eliminar a desinformação na plataforma de compartilhamento de vídeos.

A empresa de propriedade da Alphabet disse que os canais foram removidos entre abril e junho “como parte de nossa investigação em andamento sobre operações de influência coordenadas ligadas à China”.

Os canais geralmente postavam “conteúdo de spam e não político”, mas um pequeno subconjunto tocava na política, disse a empresa em um boletim trimestral sobre operações de desinformação.

O Google não identificou os canais específicos e forneceu poucos outros detalhes, exceto para vincular os vídeos a atividades semelhantes detectadas pelo Twitter e a uma campanha de desinformação identificada em abril pela empresa de análise de mídia social Graphika.

A embaixada chinesa nos Estados Unidos não respondeu imediatamente a uma mensagem solicitando comentários. No passado, Pequim negou acusações de espalhar desinformação.

A desinformação semeada por atores estrangeiros surgiu como uma preocupação premente para políticos e tecnólogos americanos desde a eleição presidencial de 2016, quando atores ligados ao governo russo injetaram centenas de milhares de mensagens enganosas no ecossistema da mídia social.

Muitos passaram os últimos quatro anos tentando evitar a repetição de 2016, com empresas como Google e Facebook divulgando atualizações regulares sobre como estão combatendo a propaganda online.

O boletim também mencionou atividades vinculadas a outros países, como Irã e Rússia.

© Thomson Reuters 2020


Nord é o iPhone SE do mundo OnePlus? Discutimos isso no Orbital, nosso podcast semanal de tecnologia, que você pode assinar via Podcasts da Apple, Podcasts do Google, ou RSS, baixe o episódioou apenas aperte o botão play abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *