Agência dos EUA abre investigação de patentes em alto-falantes do Google após reclamação da Sonos

Agencia dos EUA abre investigacao de patentes em alto falantes do

A Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos disse na quinta-feira que estava iniciando uma investigação de patente sobre certos reprodutores e controladores de áudio vendidos pelo Google, da Alphabet, com base em uma reclamação do rival Sonos, fabricante de alto-falantes inteligentes. O ITC recebeu uma reclamação da Sonos no mês passado alegando que a importação de certos reprodutores e controladores de áudio e seus componentes infringem suas patentes. Na época, a Sonos também entrou com um processo de violação de patente contra o Google no Tribunal Distrital dos Estados Unidos em Los Angeles e testemunhou perante um subcomitê antitruste da Câmara dos Representantes sobre suas frustrações com o Google.

“A Sonos fez declarações enganosas sobre nossa história de trabalho conjunto. Nossa tecnologia e dispositivos foram projetados de forma independente. Negamos suas afirmações vigorosamente e estaremos nos defendendo contra eles”, disse o porta-voz do Google, Jose Castaneda, em comunicado na quinta-feira.

Em alguns casos, o ITC emitiu ordens proibindo a entrada de produtos nos Estados Unidos sob a alegação de que infringem patentes americanas. A ameaça de tais proibições, conhecidas como ordens de exclusão, pode ser uma alavanca nas discussões de acordos.

Mas as empresas sujeitas às proibições costumam continuar importando produtos, redesenhando-os para evitar o uso de tecnologia patenteada.

A porta-voz da Sonos, Erin Pategas, disse que a empresa estava satisfeita com o fato de o ITC investigar “todas as nossas alegações de que o Google violou flagrantemente nossa propriedade intelectual. Cooperaremos totalmente durante a investigação e nos sentiremos confiantes sobre os méritos de nosso caso”.

O fabricante de alto-falantes domésticos premium disse que o Google copiou sua tecnologia para conectar vários alto-falantes durante discussões de parceria. Alguns alto-falantes Sonos incluem tecnologia de assistente de voz do Google e Amazon.com.

O Google vende separadamente seus próprios alto-falantes Nest smart, muitos dos quais são mais baratos do que os alto-falantes Sonos e também incluem tecnologia Google Assistant e recursos de conexão para vários dispositivos.

A gigante das buscas contestou as alegações de violação da Sonos.

A Sonos divulgou na quarta-feira uma receita do quarto trimestre que superou as expectativas.

O Google disse na segunda-feira que suas vendas de hardware caíram no quarto trimestre em relação ao ano anterior.

© Thomson Reuters 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *