A Microsoft afirma ter identificado mais de 40 vítimas do hack do SolarWinds

O dia zero do Windows 10 pode permitir que hackers

As consequências da recente vulnerabilidade SolarWinds continuam, com a Microsoft confirmando que notificou mais de 40 clientes na semana passada que eles foram alvos. O ataque ganhou as manchetes depois que a empresa de segurança FireEye anunciou que sua rede interna foi hackeada usando uma versão infectada por malware da ferramenta de monitoramento de rede SolarWinds Orion.

A extensão da ameaça à segurança representada pela vulnerabilidade do SolarWinds ainda está vindo à tona, mas claramente tem ramificações globais. Embora 80% dos clientes afetados identificados pela Microsoft estejam baseados nos Estados Unidos, as vítimas também se localizaram no Canadá, México, Bélgica, Espanha, Reino Unido, Israel e Emirados Árabes Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *